O que é Delivery versus Payment (DVP), Como funciona o Delivery versus Payment, Exemplos de operações que se beneficiam do DVP, em que operações o DVP é utilizado, como o DVP se encaixa em sistemas mais amplos de liquidação de valores mobiliários, quais riscos o Delivery versus Payment (DVP) busca mitigar e como o DVP pode ser aprimorado pela blockchain.

O que é Delivery vs Payment (DVP), como funciona, a que se aplica e quais os benefícios?

calendar_month 10/05/2023

Delivery versus Payment (DVP) é um conceito fundamental no mundo das finanças e dos valores mobiliários. 

Se você tem interesse em entender melhor como o DVP funciona e quais são seus benefícios e riscos, continue lendo este artigo. 

Aqui, exploramos desde os conceitos básicos até as possibilidades de aprimoramento com a tecnologia blockchain.

O que é Delivery versus Payment (DVP)?

Delivery versus Payment, ou simplesmente DVP, é um método de liquidação utilizado no mercado de valores mobiliários que garante que a transferência de valores mobiliários só aconteça após o pagamento

Isso significa que o comprador só receberá os valores mobiliários adquiridos quando o pagamento for efetuado, ou imediatamente após a efetivação do pagamento.

Dessa forma, o DVP tem como principal objetivo evitar riscos e garantir a segurança das transações realizadas no mercado de valores mobiliários. 

O DVP é amplamente utilizado em todo o mundo, principalmente após o crash de 1987, quando as autoridades financeiras perceberam a necessidade de implementar um sistema mais seguro e eficiente para a transferência de valores mobiliários.

Como funciona o Delivery versus Payment (DVP)?

O DVP funciona de forma relativamente simples. O processo começa com o comprador fazendo o pagamento pela compra dos títulos diretamente à sua própria instituição financeira. 

Assim que a instituição financeira do comprador receber o pagamento, ela repassa os recursos para a instituição financeira do vendedor

Em seguida, a instituição financeira do vendedor transfere os títulos para a instituição financeira do comprador. 

Esse processo de transferência simultânea de valores e títulos é o que caracteriza o DVP e garante que a transferência de valores e títulos ocorra de forma segura e sem riscos para ambas as partes envolvidas na transação.

Esse método de transferência de valores e títulos tem sido amplamente adotado em todo o mundo, pois elimina muitos dos riscos envolvidos em outras formas de liquidação de títulos. 

Em que operações o DVP é utilizado?

O DVP é amplamente utilizado em transações de títulos de renda fixa, ações e outras formas de valores mobiliários. 

É especialmente útil em negociações de títulos de alta qualidade, onde o risco de contraparte é significativo. 

Por exemplo, em uma negociação de títulos de governo de alto valor, o comprador pode estar preocupado em entregar o dinheiro antes de receber os títulos. 

Com o uso do DVP, o comprador pode ter a garantia de que receberá os títulos somente depois que o pagamento for feito, reduzindo significativamente o risco de contraparte.

O DVP também se encaixa em sistemas mais amplos de liquidação de valores mobiliários, como o Clearing House Automated Payment System (CHAPS) no Reino Unido e o Fedwire Securities Service nos EUA. 

Esses sistemas de liquidação são projetados para lidar com grandes volumes de transações de valores mobiliários e o DVP é uma parte fundamental desses sistemas

O uso do DVP nesses sistemas reduz significativamente o risco de contraparte, eliminando a necessidade de que uma parte faça a entrega dos valores mobiliários antes de receber o pagamento correspondente.

Quais são os benefícios do DVP?

O DVP oferece vários benefícios para as partes envolvidas em uma transação de valores mobiliários. 

Para os compradores, a principal vantagem é que eles não precisam pagar pelo título antes de recebê-lo, reduzindo significativamente o risco de crédito e o risco de contraparte. 

Isso é especialmente importante para investidores que negociam em grandes volumes, já que atrasos ou falhas na liquidação podem levar a perdas significativas.

Para os vendedores, o DVP é vantajoso porque eles não precisam entregar os títulos antes de receber o pagamento, reduzindo o risco de liquidação e o risco de contraparte. 

Além disso, como a liquidação é quase instantânea, os vendedores podem usar os recursos imediatamente após a venda, em vez de esperar vários dias pela entrega do pagamento. 

Isso pode ser especialmente importante para os vendedores que precisam gerar fluxo de caixa rapidamente para atender a compromissos financeiros urgentes.

Quais riscos o Delivery versus Payment (DVP) busca mitigar?

O DVP busca mitigar diversos tipos de riscos envolvidos em operações de liquidação de valores mobiliários. 

Risco de crédito

O primeiro risco é o risco de crédito, que ocorre quando uma das partes envolvidas na transação não cumpre com suas obrigações financeiras

O DVP soluciona esse problema, garantindo que a liquidação dos valores mobiliários só ocorra se o pagamento correspondente também for realizado.

Risco de custo de substituição

Outro risco que o DVP busca mitigar é o risco de custo de substituição (replacement cost risk), que ocorre quando a contraparte de uma transação não consegue entregar os valores mobiliários

Nesse caso, a parte que esperava receber os valores pode precisar comprar esses valores no mercado a um preço mais elevado do que o previsto, o que aumenta os custos da transação. 

Com o DVP, a entrega dos valores mobiliários e do pagamento correspondente são realizados simultaneamente, eliminando esse risco.

Risco principal

Além disso, o DVP também mitiga o risco principal (principal risk), que ocorre quando a parte que está comprando os valores mobiliários corre o risco de perder o valor investido caso a contraparte não entregue os valores

Com o DVP, a entrega dos valores mobiliários e do pagamento correspondente são realizados simultaneamente, eliminando esse risco.

Risco de liquidez

Outro risco que o DVP busca mitigar é o risco de liquidez (liquidity risk), que ocorre quando uma das partes envolvidas na transação não consegue cumprir com suas obrigações financeiras no prazo previsto

O DVP ajuda a evitar esse risco, pois garante que a liquidação dos valores mobiliários e o pagamento correspondente sejam realizados simultaneamente, reduzindo o risco de atrasos ou falta de pagamento.

Risco sistêmico

Por fim, o DVP também ajuda a mitigar o risco sistêmico (systemic risk), que é o risco de uma falha no sistema de liquidação de valores mobiliários afetar todo o mercado. 

Com o DVP, a entrega dos valores mobiliários e do pagamento correspondente são realizados simultaneamente, o que reduz o tempo de liquidação e diminui a exposição do mercado a riscos sistêmicos.

Como o DVP pode ser aprimorado pela blockchain?

A tecnologia blockchain pode ser usada para melhorar o processo de DVP, trazendo maior eficiência, transparência e segurança. 

A blockchain pode criar um registro imutável e descentralizado de todas as transações, eliminando a necessidade de intermediários na compensação e liquidação. 

Isso pode ajudar a reduzir custos e aumentar a velocidade das transações, uma vez que o processo pode ser automatizado e descentralizado.

Além disso, a blockchain pode fornecer maior transparência e segurança na verificação da propriedade de títulos e valores mobiliários, bem como na execução de contratos inteligentes

A verificação imutável de propriedade pode ser feita em tempo real, evitando atrasos e erros, enquanto os contratos inteligentes podem ser programados para executar automaticamente a liquidação apenas quando todas as condições pré-estabelecidas forem atendidas. 

Isso pode ajudar a mitigar riscos e melhorar a eficiência do processo de DVP!

Para resumir

O Delivery versus Payment (DVP) é um processo de liquidação de transações de valores mobiliários em que a entrega dos títulos só é feita após o pagamento integral do valor acordado. 

Dessa forma, o DVP ajuda a reduzir os riscos envolvidos nas transações, como o risco de crédito, custo de substituição, risco principal, risco de liquidez e risco sistêmico.

O funcionamento do DVP é relativamente simples, com a transação sendo realizada em duas etapas, uma para o pagamento e outra para a entrega dos valores mobiliários. 

É importante ressaltar que o DVP é um componente crucial em sistemas maiores de liquidação de valores mobiliários e pode ser utilizado em diversas operações, como em transações de títulos de dívida, ações, fundos e até mesmo em transações de criptomoedas.

Além disso, é possível que o DVP seja aprimorado com a adoção da tecnologia blockchain, trazendo maior segurança e eficiência ao processo de liquidação. 

A blockchain pode permitir a verificação descentralizada da propriedade dos valores mobiliários e o uso de contratos inteligentes para automatizar o processo de liquidação, tornando-o mais rápido e seguro.

Quer ficar por dentro de tudo o que acontece no universo cripto?

Siga a Liqi nas redes sociais:

➜ Instagram: https://www.instagram.com/liqibr/

➜ YouTube: https://www.youtube.com/@LiqiDigitalAssets/

➜ LinkedIn: https://www.linkedin.com/company/liqidigitalassets/

➜ Tik Tok: https://www.tiktok.com/@liqibr

➜ Twitter: https://twitter.com/liqibr

➜ Newsletter: https://www.liqi.com.br/newsletter

Aproveite para conhecer o SITE da Liqi: https://www.liqi.com.br/

Outros artigos

FIDC e TIDC: diferenças de estrutura, custos e funcionamento | Alexandre Freitas

Neste vídeo, Alexandre Freitas explora os detalhes do Fundo de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC), como ele é regulamentado pela...

05/07/2024

Saiba mais
O que é alavancagem financeira; O que é alavancagem financeira para empresas; Benefícios e riscos da alavancagem financeira para empresas; O que é alavancagem financeira para investidores; Benefícios e riscos da alavancagem financeira para investidores; O que é Grau de Alavancagem (GAF); Empresas alavancadas; Investidores alavancados

O que é Alavancagem Financeira para empresas e para investimentos

A alavancagem financeira é um conceito fundamental tanto para empresas quanto para investidores, oferecendo a possibilidade de ampliar ganhos...

02/07/2024

Saiba mais

Glossário da economia tokenizada: Sopa de Letrinhas

Confira o nosso Glossário por ordem alfabética para entender os principais conceitos, instrumentos de investimento e tecnologias do mercado...

25/06/2024

Saiba mais

Saiba das novidades cripto antes de todo mundo!

Assine a nossa newsletter semanal e receba todas as atualizações sobre o mercado que nunca para.